Castelo de Windsor e arredores 1


Castelo de Windsor e arredores
Windsor Castle

Quem vem a Londres não pode deixar de conhecer o Castelo de Windsor e arredores. Uma experiência incrível a apenas uma hora de carro de Londres.

Nossa experiência foi assim: saímos de Londres numa manhã ensolarada e céu azul. Por aqui estamos nos despedindo do verão. Fomos na direção oeste, onde fica o Condado de Berkshire, onde está localizada a cidade de Windsor e o Castelo homônimo. O Castelo de Windsor é o maior e mais antigo do mundo continuamente habitado.

Explorar a região, a beleza da cidade e os seus pontos turísticos e históricos é um passeio maravilhoso. Claro que a primeira parada foi a atração principal, o Castelo de Windsor.

Castelo de Windsor e arredores
Visão panorâmica do Castelo de Windsor

Um pouco da História do Castelo

A aparência atual do Castelo de Windsor é resultado de quase mil anos de evolução, embora quatro monarcas em particular tenham deixado suas marcas mais evidentes. William I, the Conqueror, fundou o castelo e estabeleceu seu entorno e extensão (1086). Edward III (r.1327-77), o reconstruiu em um magnifico estilo gótico e situou os aposentos reais na Parte Alta. Charles II (r.1660-85), transformou a Parte Alta do castelo medieval em um palácio barroco. Por fim, George IV (r.1820-30) restaurou completamente o exterior do palácio e criou um interior suntuoso e ricamente mobiliado.

Chegando na cidade

Cidade de Windsor
Visão do Castelo de Windsor a partir da Thames Street.

Chegamos na cidade pela parte norte, que fica atrás do castelo. Vale saber que ali está situada a estação de trem, Windsor & Eton Riversade. Deixando a estação pra trás e seguindo pela esquerda, a imponência das torres do castelo já se fazem presente. Seguimos contornando o castelo, em direção a parte alta da cidade e a sua entrada.

O ideal é comprar os tickets de entrada on-line pra não perder tempo na fila. Como fomos durante a semana, numa terça-feira, e sabíamos que no fim do verão o fluxo de turistas cai um pouco, deixamos pra comprar o ingresso na hora. Tivemos sorte, foi tudo bem rápido, não tinha quase ninguém na fila.

Dica

Aqui também tem a cerimônia da troca da guarda, que acontece às 11h e dá pra chegar bem pertinho dos guardas reais.

Castelo de Windsor
Castelo de Windsor

Para saber se a rainha está pelo castelo, basta olhar para a Torre Redonda, que é a Torre central do castelo e ver qual bandeira está hasteada. Bandeira do Reino Unido, significa que a Rainha não está no castelo. Bandeira com o Estandarte Real: sim, a Rainha está no castelo.

No nosso caso a rainha não estava… Não pudemos tomar um chá com ela…

Torre principal do Castelo de Windsor
Bandeira do Reino Unido hasteada, significa que a Rainha não está em Windsor.

O castelo

Levamos aproximadamente três horas, para explorar o interior do castelo. Com o áudio guia em mãos, seguimos em direção ao Terraço Norte que nos proporciona uma visão panorâmica da cidade de Windsor. Este é o caminho para a entrada dos States Apartments. Lá dentro seguimos a rota histórica e fomos aprendendo e nos encantando com os detalhes e as histórias.

Castelo de Windsor
Portão Normando que dá acesso ao Terraço Norte e aos States Apartments

Seguimos nosso tour visitando a Casa de Bonecas da Rainha Mary. A famosa casa de bonecas, construída em 1924, nunca foi concebida como um brinquedo infantil. Foi construída como uma réplica exata de uma casa aristocrática de Londres da época.

A ultima atração foi a St’ Georges Chapel (Capela de São Jorge), que fica na parte baixa do castelo. A obra da capela atual começou no reinado de Edward IV em 1475, e foi terminada do reinado de Henry VIII em 1528.

A capela foi o local do casamento real entre o príncipe Harry e Meghan Markle (2018). É também o lugar de descanso final de muitos monarcas, incluindo Henry VIII e sua terceira esposa Jane Seymour, a única que lhe deu um herdeiro homem.

A arquitetura gótica é particularmente impressionante, especialmente o telhado. Também podemos apreciar exemplos notáveis de carpintaria e trabalho em ferro que datam tempos medievais.

Castelo de Windsor
St George’s Chapel

Hora do almoço

Depois de três horas explorando o interior do castelo, fomos procurar um lugar pra almoçar.

Ficamos em dúvida entre os restaurantes localizados no interior do Windsor Royal Shopping, uma antiga estação de trem Victoriana e um pub tradicional.

Windsor Royal Shopping
Entrada do Windsor Royal Shopping

Fizemos assim, escolhemos um restaurante italiano no Windsor Royal Shopping, assim já aproveitamos pra usufruir do espaço maravilhoso e cheio de detalhes. Imagine quantas pessoas já circularam por aqueles corredores ao longo dos séculos.

Depois fomos no The Two Brewers pub para beber uma legítima pint inglesa. E claro, sentar e curtir o local sem pressa. Afinal nós gostamos mesmo é de sentir e vivenciar ao máximo os lugares que visitamos.

 The Two Brewers
The Two Brewers, Windsor.

O The Two Brewers fica bem no final da Park Street, rua que vai terminar no Cambridge Gate que da acesso ao The Long Walk, um longo caminho que liga o Palácio de Windsor ao Windsor Great Park.

The Long Walk
The Long Walk, visão a partir do Windsor Castle

O Windsor Great Park é um passeio a parte, sua história remonta os tempos que a floresta de Windsor era usada como espaço de caça real. Hoje o que sobreviveu dessa floresta é um parque. É um privilegiado espaço de lazer para os moradores e visitantes.

Na nossa visita, pulamos esta atração e optamos por conhecer a cidade de Eton que faz divisa com Windsor. É bem pertinho do Castelo e dá pra ir caminhando.

A cidade de Eton

O rio Tâmisa é o limite natural entre Windsor e Eton, a ponte que liga as duas cidades foi construída em 1824. É feita de aço e granito e é formada por três arcos. Não custa lembrar que a primeira ponte construída no local remonta ao século XII. Sim, aqui tudo tem muita história…

Ponte sobre O Rio Tâmisa

Vamos conhecer um pouquinho desta cidade de ruas calmas e coloridas. O Eton College é um colégio para meninos, um dos mais prestigiados e tradicionais da Inglaterra. Ele é bem antigo, foi fundado em 1440 por Henry VI. Nos bancos do Eton College estudaram muitas pessoas famosas e também grande parte da realeza. Só pra ficar em alguns nomes mais atuais, Boris Johnson, David Cameron, Príncipe Willian e atores, como Christopher Lee e Damian Lewis.

Atualmente os estudantes dominam as ruas da pequena cidade, sempre com algum uniforme que os identifica como estudantes do Eton College. Não é difícil imaginar que um desses meninos que estamos encontrando pela rua hoje, num futuro próximo, será um cientista famoso ou mesmo o Primeiro Ministro Britânico.

Eton College
Entrada lateral do Eton College

Depois de caminhar algum tempo, voltamos a Windsor. Assim, terminamos nosso dia caminhando e aproveitando as ruas coloridas e descontraídas dessa pequena cidade.

Eton College

Valeu cada segundo. Venha conhecer!!

Veja outras dicas turísticas em Londres, aqui.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Um pensamento em “Castelo de Windsor e arredores